terça-feira, 24 de maio de 2011

DOSSIÊ - LIVRO DIDÁTICO

Artigo
Data: 23/05/2011
Autor: Dante Lucchesi.
Dante Lucchesi é professor associado de Língua Portuguesa da Universidade Federal da Bahia e Pesquisador do CNPq

Preconceito linguístico ou ensino democrático e pluralista?

"Foi o suficiente para que políticos, jornalistas, intelectuais e professores manifestassem toda a sua perplexidade e indignação. Até uma procuradora do Ministério Público Federal, no melhor estilo udenista da Marcha com Deus pela Família, ameaçou com processo os responsáveis pela edição e pela distribuição do livro. Argumentou-se que, sendo a missão da escola ensinar a “forma correta”, não podia admitir o uso da “forma errada”; e que à escola cabia ensinar a norma culta, e não a popular. Chama a atenção, em primeiro lugar, o açodamento e leviandade de alguns posicionamentos, que revelaram que seus autores sequer se deram ao trabalho de ler o livro."



Artigo
Publicação: O Globo
Data: 23/05/2011
Autor: Marcos Bagno. Marcos Bagno é linguista, escritor, tradutor e professor do Instituto de Letras da Universidade de Brasília.

Uma falsa polêmica

"Ao fazer tanto alarde em torno de algo que para os educadores é uma prática já consolidada, essa falsa polêmica, na verdade, é mero pretexto para os que se empenham em reunir mais munição para desacreditar o governo da presidente Dilma Rousseff: os mesmos que, amparados pela grande mídia (comprometida até as entranhas com os interesses das elites de um país campeão mundial das desigualdades), tornaram a última campanha presidencial um desfile de mentiras grotescas. Por isso, é melhor procurar em outro canto, porque aqui a "culpa" não é deste governo, mas vem de muito antes."



Entrevista
Publicação: Portal IG
Data: 23/05/2011
Autor: Ataliba de Castilho. Ataliba de Castilho é autor da Nova Gramática do Português Brasileiro, lançado em abril deste ano.

Autor de nova gramática diz ser difícil brasileiro seguir regras da língua portuguesa

"... os autores do livro didático Por uma vida melhor, que dedica um capítulo ao uso popular da língua, estão empenhados em discutir a amplitude e a criatividade da língua portuguesa, além do conceito de certo e errado estabelecido pela norma culta."



Artigo
Publicação: Estadão Online
Data: 22/05/2011
Autor: Sírio Possenti - Sírio Possenti é professor do Departamento de Lingüística - Instituto de Estudos da Linguagem da Unicamp e autor de questões para analistas de discurso e a Língua na Mídia (parábola).

Analisar e opinar. Sem ler

"O jornalismo nativo teve uma semana infeliz. Ilustres colunistas e afamados comentaristas bateram duro em um livro, com base na leitura de uma das páginas de um dos capítulos. Houve casos em que nem entrevistado nem entrevistador conheciam o teor da página, mas apenas uma nota que estava circulando (meninos, eu ouvi). Nem por isso se abstiveram de "analisar". Só um exemplo, um conselho e uma advertência foram considerados. E dos retalhos se fez uma leitura enviesada. Se fossem submetidos ao PISA, a classificação do país seria pior do que a que tem sido."



Artigo
Publicação: O Globo
Data: 21/05/2011
Autor: José Miguel Wisnik - José Miguel Soares Wisnik é professor de Teoria Literária na USP.

“Dona Norma”

"Leio o capítulo do livro em questão e vejo, no entanto, que a autora se dedica nele, a maior parte do tempo, a mostrar a importância da pontuação, da concordância e da boa ortografia na língua escrita. Onde está o erro?"



Artigo
Publicação: O Globo
Data: 20/05/11
Autor: Miguel Conde - Miguel Conde é jornalista.

“Um debate estridente”

"Dada a estridência com que se tem desenrolado a discussão, pode ser útil, antes de tomar parte na briga, atentar para alguns trechos do livro até o momento ignorados nas citações que têm sido feitas."



Nota
Publicação: Site da Associação Brasileira de Lingüística (Abralin)
Data: 20/05/2011
Autora: Maria José Foltran, Presidente da Abralin

Nota da Associação Brasileira de Linguística

"Diante de posicionamentos virulentos externados na mídia, alguns até histéricos, a ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE LINGUÍSTICA - ABRALIN - vê a necessidade de vir a público manifestar-se a respeito, no sentido de endossar o posicionamento dos linguistas, pouco ouvidos até o momento."



Nota
Publicação: Site da Associação Brasileira de Linguística Aplicada do Brasil (Alab)
Data: 20/05/2011
Autora: Paula Tatianne Carréra Szundy, Presidente da ALAB, biênio UFRJ 2009-2011

Polêmica em relação a erros gramaticais em livro didático de Língua Portuguesa revela incompreensão da imprensa e população sobre a atuação do estudioso da linguagem

"O grande incômodo, relacionado ao fato do livro relativizar o uso da norma culta, substituindo a concepção de “certo e errado” por “adequado e inadequado”, retrata a incompreensão da imprensa e população em relação ao escopo de atuação de pesquisadores que se ocupam em compreender e analisar os usos situados da linguagem."



Artigo
Publicação: Site Terra Magazine
Data: 19/05/2011
Autor: Sírio Possenti - Sírio Possenti é professor do Departamento de Linguística / Instituto de Estudos da Linguagem da Unicamp e autor de questões para analistas de discurso e a Língua na Mídia (parábola).

Aceitam tudo

"Como se sabe, houve época em que dizer que a Terra gira ao redor do sol dava fogueira. Semmelveis foi escorraçado pelos médicos que mandavam em Viena porque disse que todos deveriam lavar as mãos antes de certos procedimentos (por exemplo, quem viesse de uma autópsia e fosse verificar o grau de dilatação de uma parturiente). Não faltou quem dissesse "quem é ele para mandar a gente lavar as mãos?"



Artigo
Publicação: Gazeta do Povo (PR)
Data: 19/05/2011
Autor: Carlos Alberto Faraco - Carlos Alberto Faraco, linguista, foi professor de português e reitor da UFPR.

Polêmica vazia

"Pior ainda: jornalistas respeitáveis e até mesmo um conhecido gramático manifestam indignação claramente apenas por ouvir dizer e não com base numa análise criteriosa do material. Não podemos senão lamentar essa irresponsável atitude de pessoas que têm a obrigação, ao ocupar o espaço público, de seguir comezinhos princípios éticos."



Artigo
Publicação: Blog do professor Marcos Bagno
Data: 18/05/2011
Autor: Marcos Bagno - Marcos Bagno é é linguista, escritor, tradutor e professor do Instituto de Letras da Universidade de Brasília.

Polêmica ou ignorância?

"Já faz mais de quinze anos que os livros didáticos de língua portuguesa disponíveis no mercado e avaliados e aprovados pelo Ministério da Educação abordam o tema da variação linguística e do seu tratamento em sala de aula. Não é coisa de petista, fiquem tranquilas senhoras comentaristas políticas da televisão brasileira e seus colegas explanadores do óbvio."



Artigo
Publicação: Folha de São Paulo
Data: 16/05/2011
Autor: Hélio Schwartsman - Hélio Schwartsman é bacharel em filosofia articulista da Folha de São Paulo.

Uma defesa do "erro" de português

"Os mais espevitados já viram aí um plano maligno do governo do PT para pespegar a anarquia linguística e destruir a educação, pondo todas as crianças do Brasil para falar igualzinho ao Lula."

Nenhum comentário:

Postar um comentário