quinta-feira, 27 de setembro de 2012

AVALIAÇÃO EXTERNA

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO RIO DE JANEIRO
ATOS DA SECRETÁRIA
RESOLUÇÃO SEEDUC Nº 4.437 DE 29 DE MARÇO DE 2010
INSTITUI O SISTEMA DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – SAERJ E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.
A SECRETÁRIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO RIO JANEIRO, no uso de suas atribuições legais, conforme o contido no processo administrativo nº E-03/3.674/2010,
CONSIDERANDO:
- a importância de elevar a qualidade da educação pública do Estado do Rio de Janeiro, situando-a em patamares compatíveis com a importância econômica, social e cultural desta Unidade Federada no cenário nacional;
- a necessidade de instituir mecanismos que contribuam para a melhoria da qualidade do ensino ofertado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro à população fluminense;
- a necessidade de avaliarmos as competências e habilidades dos alunos da rede estadual de ensino ao final de cada série de aprendizagem;
- a necessidade de criar estratégias, formas e meios de estimular a aprendizagem, a permanência e o sucesso na progressão dos alunos da rede pública estadual de ensino, e
- a necessidade de acompanharmos a evolução do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) da rede estadual de ensino, inclusive nos anos pares para os quais o INEP não produz tal indicador,
RESOLVE:
Art. 1º - Fica instituído o Sistema de Avaliação da Educação do Estado do Rio de Janeiro – SAERJ, que avaliará anualmente o desempenho dos alunos da rede de ensino desta Secretaria de Estado com o objetivo de produzir um diagnóstico apurado da realidade educacional, com consequentes desdobramentos regionais e por unidades escolares e que permita ao governo estadual a formulação, monitoramento e reformulação das políticas educacionais.
Art. 2º - Os alunos serão avaliados nas disciplinas de Português e Matemática, por meio de prova padrão a ser aplicada a todos os alunos de um mesmo ano/série, assegurando-se assim, a todos, igualdade de condições no processo avaliativo.
§ 1º - As avaliações serão realizadas durante o último bimestre do ano letivo.
§ 2º - A Secretaria de Educação poderá incluir outras disciplinas na avaliação externa do SAERJ se acreditar necessário para a política educacional adotada.
§ 3º - A princípio serão avaliados os alunos do 5º ano do Ensino Fundamental até a 3ª série do Ensino Médio e 4ª série do Ensino Normal, assim como das fases equivalentes da Educação de Jovens e Adultos, ficando a critério da Secretaria de Educação a exclusão de quaisquer destas séries em um dado ano de acordo com o orçamento disponível e política educacional adotada.
Art. 3º - As atividades de elaboração das provas, logística da avaliação, leitura ótica, processamento dos dados e elaboração de relatórios e boletins com os resultados das escolas, Coordenadorias Regionais e Secretaria de Estado, estarão sob a responsabilidade de instituição externa especializada, contratada pela Secretaria de Estado de Educação para este fim, em conformidade com sua demanda e orientações.
Art. 4º - Como incentivo aos alunos, para que se apropriem da importância da avaliação externa para verificação de suas aprendizagens e se sintam motivados a participar, pode-se adotar diferentes sistemas de premiação.
Art. 5º - O prêmio a ser oferecido e o quantitativo de alunos premiados serão fixados em resolução editada pela Secretaria de Estado de Educação.
Art. 6º - Esta Resolução entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.
Rio de Janeiro, 29 de março de 2010
TEREZA PORTO
Secretária de Estado de Educação
Completando as informações iniciais segue a postagem do site da SEEDUC RJ (http://www.educacao.rj.gov.br/index5.aspx?tipo=secao&idsecao=340)
A Secretaria de Estado de Educação deu início, em abril de 2011, ao Saerjinho, sistema de avaliação bimestral do processo de ensino e aprendizagem nas escolas. A partir de agora, os alunos do 5º e 9º ano do Ensino Fundamental e das três séries do Ensino Médio das escolas estaduais de ensino regular presencial farão, ao final de cada bimestre, provas de Língua Portuguesa e de Matemática. O objetivo é acompanhar mais de perto o rendimento dos estudantes, detectando de maneira mais ágil e fiel as dificuldades de aprendizagem.
Os resultados vão apontar a eficiência e a qualidade do trabalho desenvolvido em cada unidade escolar e serão aproveitados nas diversas instâncias do sistema de ensino. Com este retrato será possível, por exemplo, ajustar as práticas docentes à realidade dos estudantes e traçar políticas públicas de melhoria da qualidade da Educação Básica.
É muito importante que os alunos participem e que toda escola esteja envolvida neste processo! Essas provas ajudarão a SEEDUC a fazer uma escola ainda melhor para todos!

Diretor, confira o manual com informações sobre essa avaliação. Clique e saiba mais!

Saiba mais sobre as atribuições dos coordenadores regionais, diretores e professores clicando aqui.

Entenda as matrizes de referência do Saerjinho aqui.
 
 
 
Quem é professor da SEEDUC/RJ pode acessar o banco de itens e preparar atividades baseadas nas habilidades trabalhadas no bimestre.
 
 




 

Nenhum comentário:

Postar um comentário